Para quem pensa que só paulista, mineiro, baiano, carioca e gaúcho têm dicionário próprio, vem aí o Dicionário Real do Catarinense!

Abobado – Metido a besta
Bobiça – Coisa sem importância
Cabeu – Passado do verbo caber (Ele coube)
Caxão pro Bili – Expressão que indica que algo deu errado
Champinha – Tampa metálica da garrafa
Claps – Alçapão pra pegar passarinho
Coça – Surra
Comprar um chôn – Comprar um terreno(coisa de rioestense…hehehe)
Da-de-dedo – Tomar satisfação
Demonho- Xingamento (tipo Ô DEMONIO!)
Dérreal – Dez reais
Deu? -O mesmo que ” tá pronto?” ” acabou? “
Dipé – O mesmo que “a pé” (cheguei a pé)
Disaoje- ou Dijaoje – “Há pouco tempo”
Do rreal – Dois reais
Éééééégua – Interjeição de espanto (coisa de joinvilense)
Éééésqua – Interjeição deespanto (coisa de joinvilense)
Ééééspra – Interjeição de espanto (coisa de joinvilense)
Embaciado – Vidro sujo
Esganado – Egoísta
Fuqui – Fusca
Galega – Loira
Ganjudo(a) – Manhoso(a), filho(a) cheio de manias
Guria – Moça
Inticar – Provocar
Javoindo – Estou de saída
Judiaria – Maus tratos
Meti a boca- Chamou um monte de palavrão
Meu Canário – mudança na palavra, paranão ficar chulo (meu c…!)
Paranho – Aquelas teias de aranha que ficam no canto das paredes
Pau de virá tripa – Pessoa magrela e alta
Pêca – Bolinha de gude
Pisô-se todinho – Se machucou
Prábunito – Coisa sem utilidade
Que palha – Que fiasco, que nada a ver
Ranho – Catarro
Reinando – Estar bravo
Sarar o pisado – Curar umaferida
Se afinou/rachou o bico – Morreu de rir
Seu istepor -Xingamento ( coisa de manézinho da ilha )
Tacá-lo pau- Ir bem depressa
Tanço – Pessoa pouco inteligente
Tô apurado – Com vontade de ir ao banheiro
Todavida reto – Siga sempre em frente
Visse? – Entendeu?
Xaropear – Incomodar
Xilóida -O mesmo que estilingue
Zarco – Ônibus
Zica – bicicleta