História


O Natur Campeche Hotel Residencial nasceu no ano de 1991, A inspiração veio de uma pousada encantadora que o idealizador, proprietário e diretor Talmir Duarte conheceu em Porto Seguro na Bahia.

Os turistas vinham a Florianópolis para passar vários dias, gente de todos os lugares, muitos argentinos nas praias mais movimentadas ao norte e os que desejavam mais tranqüilidade escolhiam o sul, por seus recantos aconchegantes e a cultura local, assim como na costa leste.

Assim, no verão de 1992 estavam prontos os primeiros aptos, tipo “apart”, oferecendo cozinha e sala integradas, sendo esta semi-dividida com o quarto, banheiro e sacada com vista para a natureza.

Gradativamente o jardim, foi se avolumando, árvores e arbustos crescendo e se transformando no que é hoje este belo lugar, segundo um hóspedes austríaco, “este é um dos jardins mais lindos e ricos devido à diversidade de plantas”.

No ano seguinte mais aptos estavam prontos e tudo dentro de um projeto pré-concebido. Surgiram os “apart superiores “, com área de quarto maior e com decoração e ambientação diferenciada, oferecendo ar condicionado.

Na verdade todos os apartamentos são muito bem ventilados, devido à construção realizada no sentido de privilegiar excelente aeração, luminosidade e visibilidade.

Cinco anos depois do início de tudo, portanto em 1996, foi construída uma nova ala, com os “apartamentos standard”, salão de café, cozinha e outros ambientes de apoio aos serviços.

Os jardins continuavam a ser melhorados e a tranqüilidade como marca foi se consolidando e conquistando gradativamente mais clientes hóspedes buscam a paz, a natureza e ao mesmo tempo proximidade com a praia (900m). Outras facilidades como o fácil acesso ao aeroporto, ao centro da cidade e a vida noturna, gastronômica e de lazer da Lagoa da Conceição.

Ao completar 13 anos o empreendimento ganhou área de lazer e hoje o Hotel oferece piscina e lindo gazebo, todo em madeira e vidro, com banheira de hidromassagem com água quente para oito pessoas. O jardim tem uma espécie de sala de estar na sombra das árvores, um redário e a churrasqueira.

Durante estes anos o hotel recebeu pessoas vindas dos mais diferentes rincões brasileiros e estrangeiros, estes ficando hospedados por longos períodos. Entre os ilustres o hotel destaca a cantora Elba Ramalho, que se hospedou acompanhada de Galeano, seu companheiro. Enfim, foram muitas pessoas queridas e amantes da natureza de Santa Catarina, assim como o idealizador deste empreendimento hoteleiro.

Ao longo dos anos a equipe consolidou o comprometimento com a melhoria contínua para a satisfação dos hóspedes em suas viagens.

Responsabilidade Cultural


Para quem pensa que só paulista, mineiro, baiano, carioca e gaúcho têm dicionário próprio, vem aí o Dicionário Real do Catarinense!

  • Abobado – Metido a besta
  • Bobiça – Coisa sem importância
  • Cabeu – Passado do verbo caber (Ele coube)
  • Caxão pro Bili – Expressão que indica que algo deu errado
  • Champinha – Tampa metálica da garrafa
  • Claps – Alçapão pra pegar passarinho
  • Coça – Surra
  • Comprar um chôn – Comprar um terreno(coisa de rioestense…hehehe)
  • Da-de-dedo – Tomar satisfação
  • Demonho- Xingamento (tipo Ô DEMONIO!)
  • Dérreal – Dez reais
  • Deu? -O mesmo que ” tá pronto?” ” acabou? “
  • Dipé – O mesmo que “a pé” (cheguei a pé)
  • Disaoje- ou Dijaoje – “Há pouco tempo”
  • Do rreal – Dois reais
  • Éééééégua – Interjeição de espanto (coisa de joinvilense)
  • Éééésqua – Interjeição deespanto (coisa de joinvilense)
  • Ééééspra – Interjeição de espanto (coisa de joinvilense)
  • Embaciado – Vidro sujo
  • Esganado – Egoísta
  • Fuqui – Fusca
  • Galega – Loira
  • Ganjudo(a) – Manhoso(a), filho(a) cheio de manias
  • Guria – Moça
  • Inticar – Provocar
  • Javoindo – Estou de saída
  • Judiaria – Maus tratos
  • Meti a boca- Chamou um monte de palavrão
  • Meu Canário – mudança na palavra, paranão ficar chulo (meu c…!)
  • Paranho – Aquelas teias de aranha que ficam no canto das paredes
  • Pau de virá tripa – Pessoa magrela e alta
  • Pêca – Bolinha de gude
  • Pisô-se todinho – Se machucou
  • Prábunito – Coisa sem utilidade
  • Que palha – Que fiasco, que nada a ver
  • Ranho – Catarro
  • Reinando – Estar bravo
  • Sarar o pisado – Curar umaferida
  • Se afinou/rachou o bico – Morreu de rir
  • Seu istepor -Xingamento ( coisa de manézinho da ilha )
  • Tacá-lo pau- Ir bem depressa
  • Tanço – Pessoa pouco inteligente
  • Tô apurado – Com vontade de ir ao banheiro
  • Todavida reto – Siga sempre em frente
  • Visse? – Entendeu?
  • Xaropear – Incomodar
  • Xilóida -O mesmo que estilingue
  • Zarco – Ônibus
  • Zica – bicicleta

Valores da Empresa


Oferecer hospitalidade de forma a se tornar referência entre hóspedes e setor hoteleiro, facilitar a estadia qualificada de hóspedes mediante a oferta de serviços de hotelaria com ética, respeito às necessidades, cortesia, lucratividade e responsabilidade eco-social.

Responsabilidade Ambiental


A Pousada Natur Campeche assumindo seu compromisso com a Responsabilidade Ambiental, participa de diversos projetos/programas que visam melhorar a qualidade de vida da comunidade em que está inserida.

 

PCTS

A Pousada Natur Campeche faz parte de um programa que visa diminuir o impacto ambiental das práticas hoteleiras. A contribuição com a sustentabilidade do planeta é feita através de várias ações como: utilização de aquecimento solar, minuteria, lâmpadas frias, troca de toalha a cada dois dias e de roupa de cama a cada quatro dias, reciclagem de lixo, utilização do lixo orgânico na produção de fertilizante e venda do lixo inorgânico para reciclagem. Os valores arrecadados são empregados em endomarketing, com o objetivo de manter a motivação e garantir o comprometimento dos colaboradores.

Responsabilidade Social


O Hotel Natur Campeche assumindo seu compromisso com a Responsabilidade Social, participa de diversos projetos/programas que visam melhorar a qualidade de vida da comunidade em que está inserida.

 

Eleição FCVB Gestão 2008-2009

O administrador e proprietário do Hotel e da Pousada Natur Campeche, Talmir Duarte, reforça seu compromisso com o associativismo. Na gestão 2008-2009, o Florianópolis Convention & Visitours Bureau conta com a participação deste dedicado empresário nas ações de desenvolvimento do turismo de eventos.

Dia do Hoteleiro

A primeira ação de responsabilidade social já virou tradição pois já a realizamos a quase uma década. No Dia do Hoteleiro nós oferecemos um café da tarde para crianças carentes. Mostrando a pousada e o hotel, apresentamos às crianças possibilidades de futuro trabalho como colaboradores ou empreendedores. Além da infra-estrutura e dos serviços de hospitalidade, elas conhecem nossas ações de responsabilidade ambiental, como reciclagem de lixo e compostagem.

Pinte o Futuro (Paint a Future)

Crianças e artistas plásticos de todo o planeta como criadores de um mundo melhor. Crianças carentes pintam seus sonhos sobre um papel. Artistas consagrados do mundo todo incorporam estes sonhos de papel em suas telas convertendo-os em obras valiosas. Os quadros estão à venda e o dinheiro será revertido diretamente para a realização dos sonhos. Um quadro de grandes proporções converte-se em uma casa decente ou em aulas de computação para a comunidade. Com a venda parcelada, a partir de 300 reais ao mês, um comprador poderá pagar diretamente ao professor de computação.

O Amante dos Girassóis

A Pousada Natur firmou parceria com Daniel Lobo para o show de Lançamento do CD “O Amante do Girassol”, em Florianópolis com a participação da Orquestra Camerata Florianópolis, da atriz Mariana Ximenes, Khala Grupo de Dança e convidados, além do próprio Daniel e do pequeno Rafael Fabrin. A iniciativa reúne mais de 100 integrantes entre artistas e técnicos. Metade da renda será revertida ao Lar Recanto do Carinho e Retiro dos Artistas.

Artes marciais para crianças carentes do Campeche

Em conjunto com Milton Garcia, campeão de jiu-jitsu em várias competições nacionais e internacionais, apoiamos a iniciativa de ensinar essa arte marcial para crianças em situação de risco social da região do Campeche, a fim de oferecer-lhes uma possibilidade de vida melhor, desenvolvendo o senso de disciplina, de competitividade e de esportividade.

Associativismo

O empreendedor Talmir Duarte é um incansável incentivador e trabalhador nas entidades representativas do turismo catarinense. Atualmente é Diretor de Segmentação na ABIH-SC e membro da ABIH Nacional. Atua também no SKAL de Florianópolis e no Petit Comite (ABIH/SANTUR) para a promoção do turismo catarinense nos mercados norte-americano e europeu. Foi fundador e é membro da Associação Catarinense dos Amigos do Caminho de Santiago de Compostela.

Programa Bem Receber

Qualificação Profissional e Gestão Sustentável busca contribuir para o aumento da qualidade dos serviços no setor de turismo e da competitividade dos destinos brasileiros. De abrangência nacional, o Programa faz parte de uma estratégia de longo prazo para o desenvolvimento sustentável do setor de turismo. Os parceiros realizadores são o Instituto de Hospitalidade, Ministério do Turismo, Sebrae, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX-Brasil). O diretor do Hotel Natur Campeche, Talmir Duarte, é um dos empreendedores catarinenses que tem dedicado seu tempo e transmitido seus conhecimentos nestas ações.

Parceiros

Floripa By Bus